Do dia em que levei um tapa na cara de um covarde.

Standard

Sim amiguinhos isso aconteceu. Ontem a noite. Estava eu linda na balada com meu bff, estávamos curtindo a noite e eis que o ex dele surgiu. Eu me aproximei, falei algo com ele e tcharãm: tapa na cara. Na minha cara. Fui atrás dele mas ele correu como bom covarde que é. E vcs me perguntam: pqqqqqq??// Só sei que ele é um escroto e covarde pq nada que eu tivesse feito justificaria uma coisa dessas, e eu não fiz nada. Discordei dele, isso apenas. E ele, um homem, maior que eu, mais forte que eu, teve coragem de me dar um tapa na cara. Cúmulo do desrespeito, cúmulo da covardia, do abuso, da falta de caráter. E é difícil em pleno 2012 passar por uma coisa dessas. Mas passei e serviu pra aprender. Olha, não tenho vocação pra Rihanna, não perdoo agressor. Pode fazer o que quiser, não perdoo. Quero mais que se exploda bem grandão. E até hoje nunca tinha sentido falta de pai na minha vida, mas senti hoje, um pai, um irmão, um homem que pudesse ir comigo até a casa desse babaca e dizer umas boas verdades. Na falta vou atrás de um grupo feminista da vida. Não dá pra deixar agressor se safar.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s