Oh, crap!

Standard

Sei que eu não devia me importar, mas sabe? Nego tem uma visão completamente errada sobre mim e ainda sai difundindo por aí. E é a porra da pessoa que faz as merdas e acha que todo mundo é lixo como ela, sabe? Todo mundo é interesseira como ela, bitch como ela, que não aguenta a porra da pipoca nas calças como ela. E me resume a isso. A uma puta interesseira e escrota como ela. E eu sei que não sou e não deveria me importar. Mas fico possessa de ódio. Pq to aqui, tentando seguir com minha vida, tentando esquecer todo o sofrimento que foram esses últimos dias, tentando me apegar ao fato de ter o emprego que eu queria, de estar com pessoas que se importam a ponto de passarem mais de uma hora comigo no telefone, de serem fofas por dm ou por reply, me apegando ao move on, me apegando as coisas que dão certo, e tenho que descobrir que essa porcaria de pessoa fica me denegrindo por ai. Gente que se disse meu amigo. Gente lixo. Sabe, se tem uma coisa que eu tenho na minha vida é a consciência limpa, sei que cada um dos meus amigos são amigos, que estão comigo pq os amo e pq é recíproco, e não pq eu obtenho vantagens deles, pq não obtenho. Nunca quis, não sou esse tipo de gente, sei bem como minha mãe me criou, sei o tipo de educação que recebi. Sei que sou boa, foda-se grandão quem acha que não. E vou tentar não matar essa pessoa, não baixar ao nível dela, até pq tenho vida acontecendo, muita vida, muitos planos, não vou ficar aplaudindo babaca.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s