They can’t bring me down

Standard

Sabe, acredito muito que nós somos frutos de uma série de circunstâncias, educação dos pais, momento histórico, personalidade e caráter pessoais, condições de vida, educação formal recebida, e etc. Tudo isso que recebi ao longo dos anos fez de mim quem eu sou, e eu adoro cada pequena parte de mim, as mais conflitantes, as mais legais, tudo de bom e de ruim que me diz respeito eu amo e amo muito.

Agora o porque de todo esse prólogo: estava tendo um fds lindo! Sexta a noite fui pra balada com minha roomie, sábado voltamos pra casa, almoçamos na rua, vimos filmes a tarde inteira nas cobertas pq fazia frio. Domingo fizemos almoço em casa, tomamos sorvete e fomos ao parque, a noite mais filminhos. Nesse meio tempo fui a internet ficar de bobeira. Eis que num desses momentos de internet tive que ler que estou ficando velha e tá passando da hora de eu arranjar um namorado pq se não não vou conseguir casar com ninguém bom.

Quantos anos a velha aqui tem? 24. A velha aqui quer casar? Não sei.

Fiquei puta, putíiiiiissima de ter que ler aquilo. Na hora liguei pra minha mãe pra reclamar, e minha mãe, a mulher que me criou, responsável por eu ser como sou disse: casar? Vc tem é que estudar, passar num concurso público, se estabelecer na vida. E isso foi exatamente oq respondi pra pessoa que me falou a pérola acima. E eu realmente acredito nisso. Tanta coisa na minha vida pra ser feita. Se aparecer um cara, se eu me apaixonar, se ele se apaixonar de volta, se quisermos nos casaremos. Se não, não. Simples, não vivo em função de homem, nem em função de amor, nem sei se acredito em amor! E se acreditar, amor não é casar logo com qualquer um porque estou ficando velha. Amor é casar com alguém que você gosta de verdade, casar porque não consegue viver longe da pessoa, casar pq vc quer acordar do lado da pessoa, quer dormir, quer ver filme junto, cozinhar junto, brigar ocasionalmente, ter filhos, ver a mistura dos dois culminar em um serzinho fofo. Isso é amor. Casar por outros motivos que não sejam esses é perda de tempo.

Eu só vou abrir mão da minha liberdade se realmente valer a pena, e só vai valer a pena se eu me sentir assim por alguém. Por hora não sinto. Por hora me amo mais, por hora quero ir pra Europa, quero beber como se não houvesse amanhã, quero ficar com lindos e aleatórios nas baladas, quero dançar, quero me trancar na biblioteca e escrever artigos sobre a Pós-modernidade, quero ver filmes cults no CCBB ou blockbusters no cinemark, quero ir em shows de rock alternativo ou de pop chiclete, quero sair com meus amigos, quero aproveitar cada momento dos meus vinte e poucos anos.

O que mais me irrita é que sei de onde vem esse discurso de casar a qualquer custo: Igreja. Porque em algum lugar da mente dessas pessoas da igreja é extremamente coerente vc casar com qualquer um só pra não correr o risco de dar antes do casamento, pq faz muito sentido vc se dedicar pra arranjar marido ao invés de viver sua vida, que é curta e pode acabar a qualquer momento. Tudo muito coerente e correto. My ass. É ridícula essa lavagem cerebral. É imbecil acreditar que Deus realmente se importa mais com a porra de um selo que com a vida da pessoa. Olha, se valho mais pq tenho a porra de um hímen, fácil fácil me livro dele! Preferia não ter!

E me chateia mais ainda ter lido aquilo. A pessoa tá lá vivendo e acha pertinente jogar em cima de mim esse tipo de coisa. Me deeeeixa. Não tenta me salvar, não preciso da sua salvação. não sou você! Sou eu, tenho meus próprios conceitos, crenças, vontades, verdades. Não quero sua ajuda e suas dicas de como devo levar minha vida. É minha! É a porra da minha vida! Não vem me jogar esse tipo de preocupação! E olha, esse tipo de coisa consegue só me tirar do sério, me chatear, não em ajuda em nada!

Em pleno século XXI tenho que ler essas coisas! Por favor! Minha mãe q tem 60 anos é mais coerente, lúcida, inteligente, e melhor que você e sua igreja e suas crenças!

E olha, não esperava ter q lidar com isso antes dos 30! Só digo que se vierem com esse papo pra mim outra vez, serei grossa, serei má, falarei oq as pessoas que falam demais merecem ouvir. Falarei alto e lindamente como sua verdade é uma baita de uma hipocrisia de merda que só faz pessoas infelizes, como solteira sou bem mais feliz que você casada.

 

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s