Agosto, ou desgosto

Standard

Não sou supersticiosa, nem um pouco, tenho preguiça de misticismos em geral, e de pessoas místicas Tb, mas ó, trato de igual pra igual. Maas, tudo tem um exceção. Tô lá vivendo, quando pã, uma merda acontece. Eu penso, normal, merdas acontecem. Mas ai vai e acontece outra, e eu penso, belezer… opa, perae, tem algo errado, quando me dou conta de que estamos em agosto. Putz, olha só, fui roubada, ai no dia seguinte fui lá e cancelei o cartão que estava na bolsa, ai mais tarde descubro que encontraram minha bolsa, ai vou lá e descubro que o cartão foi resgatado. Penso, beleza, até me lembrar que cancelei e que na agência me disseram que eu teria que solicitar outro cartão na minha agência ¬¬. Deixa eu explicar pra vcs entenderem. Agora sou ryca e moro em Brasília, minha agência é na cidade onde morava, Brazlândia, sabe um lugar longe? Brazlândia é mais. E o melhor: o banco abre às 11:00, eu preciso pegar o ônibus de 11:30 pra não chegar atrasada no trabalho, agora em que mundo um atendimento bancário gasta só isso de tempo? Ainda mais pensando na quantidade de gente que vai ter na fila?? Mas sou esperta e pensei: saco com minha identidade. Ai vou linda hoje na agência, peço a quantidade de dinheiro que vai salvar meu mês e a atendente diz: só pode sacar até 100,00 e ainda cobra uma taxa de 4 reais por saque. Vou nem dizer quanto eu preciso sacar sabe? Mas vou precisar de o bastante pra odiar essa taxa. Gente, sério, um beijo de dementador (Harry Potter maniac) na boca da anta que inventou a Caixa Econômica Federal. Será que um dia agosto acaba? Será que sobrevivo até lá?

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s