Bom para o moral

Standard

Eu não devia, mas se não escrever o que não devia, nunca postarei, looogo, fuck off. Ontem fui num pub com minha roomie, e sabe quando vc chega num lugar e se decepciona? Pequeno, um grupinho de gente que se conhecia entre si, uma banda ruizinha e muita gente muito nova. E o melhor, minha rommie me largou depois do show, sumiu. E eu como boa personagem de música indie fiquei sentada na mesa, bebendo, picotando flyers de festas e escrevendo num guardanapo. Uma hora mei que bateu uma depressãozinha pq né? Todo mundo com alguém, eu sozinha, mas ai tocou CSS e eu animei (acho que foi efeito das vodegas tb). Minha roomie voltou, conversamos e bailamos, até que sentadinha uma pessoa chama: moça (ok, não me recordo se foi exatamente este termo, mas certeza que foi tipo isso), chama duas vezes e me viro, era um gatinho puxando assunto, a salvação da noite. Cara, a conversa foi de uma genialidade que mal posso expressar, mas olha, 19 anos, peguei uma pessoa com FUCKING 19 anos. Tem condição? Mas gente, estava eu gripada, de cabelo cacheado (natural, culpa da gripe), e ficar com o demenor fez um bem para o moral que vcs não tem noção. Tudo bem que até o #coisafofa disse que fico bem de cabelo cacheado (minha reação interna a esse comentário *_*), mas ainda assim tava tão caidinha por causa da doença e do cabelo, que ver o gatinho fazer toda aqueeeeela questão de ficar comigo, olha, salvou a semana! hahahahaha. Acho que até a gripe deu uma melhorada depois dessa. Assim crianças, pra se livrar da gripe: peguem menores de idade na balada duroqui. #ficaadica

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s